Pesquisa

Notícia

MADE IN ISEP – Concurso de Empreendedorismo

MADE IN ISEP – Concurso de Empreendedorismo

O desenvolvimento e capacidade criativa dos Estudantes do Ensino Superior é muitas vezes remetida para segundo plano:
Por falta de financiamento, de tempo, de acompanhamento ou até de iniciativa é muitas vezes a causa de grande ideias não se materializarem.
Pensando em tudo isto, a Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia do Porto une mais uma vez forças com o Instituto Superior de Engenharia do Porto e cria o “MADE IN ISEP
“, o concurso de empreendedorismo onde vais poder passar aquilo que alguma vez idealizas-te mas que por algum motivo guardas-te na gaveta.
Chegou a altura, põe mãos á obra e assume que o teu futuro pode ser criado por TI.

REGULAMENTO

Enquadramento

O Concurso de Empreendedorismo é um projeto da aeISEP em parceria com o ISEP e
organizado no âmbito das II Jornadas de Emprego e Engenharia do ISEP.
Objetivos
O Concurso de Empreendedorismo é organizado pela aeISEP com o objetivo de
dinamizar o espírito empreendedor, distinguindo estudantes com capacidade de iniciativa,
portadores de novas ideias de negócio. Estes jovens serão acompanhados durante 7
semanas de forma a criar um plano de negócios viável que os catapulte do papel para o
mundo real.

Entidade Organizadora

Concurso organizado pela aeISEP e apoiado pelo ISEP.
Alterações do Regulamento, Interpretações e Casos Omissos
A entidade organizadora reserva-se o direito de modificar o presente regulamento, bem
como a constituição dos seus órgãos de gestão e do júri, e a natureza dos prémios.
Da decisão da coordenação do Concurso quanto à interpretação do Regulamento e
resolução de casos omissos não cabe recurso.

Destinatários

Identificam-se como destinatários estudantes ou ex-estudantes do ISEP com uma ideia
original, com potencial de mercado ou de geração de benefícios sociais e de criação de
emprego.

Elegibilidade dos Candidatos

São admitidos a concurso estudantes, maiores de 18 anos (na data de entrega da
candidatura).
Não são elegíveis dirigentes da aeISEP ou algum ex-estudante com ligação à organização.
Não são elegíveis candidatos juridicamente impedidos de constituir ou gerir empresas.

Elegibilidade dos Projetos

Os projetos podem apresentar qualquer grau de maturidade, incluindo projetos ainda sem
personalidade jurídica autónoma, desde que não se tratem de empresas, associações ou
fundações constituídas à mais de três anos.
Os projetos podem ser de natureza empresarial ou de empreendedorismo social, e podem
referir-se a produtos ou serviços.
Os projetos submetidos deverão ter sido concebidos, nos seus elementos essenciais, pelos
candidatos.
A descrição do projeto não deve constituir violação de direito de autor, isto é, não deve
integrar a totalidade ou parte substancial da obra protegida por terceiros que não os
candidatos, exceto se devidamente autorizados, nem deve constituir plágio ou usurpação
de obra protegida em Portugal à data de candidatura;
A tecnologia, designação (marca) ou aspeto exterior (design) do produto, processo ou
aplicação industrial objeto do projeto não devem constituir violação de patente, marca ou
desenho ou modelo que se encontre em vigor em Portugal à data de candidatura;
São elegíveis projetos que, com base em informações, tecnologia ou invenções
integrantes do estado da arte, mas que já não se encontrem onerados por direitos de
propriedade industrial (patentes e desenhos ou modelos caducos, marcas caducas),
proponham modelos de negócio inovadores de exploração dessas informações,
tecnologias ou invenções já conhecidas.
Entrega de projetos
Os projetos deverão ser apresentados de acordo com o modelo CANVAS BUSINESS
MODEL.
A entrega deve ser presencial na secretaria da aeISEP em formato físico e digital. A
mesma deve ser feita por um dos elementos, devidamente identificado.
Prazo de Candidatura
A entrega dos projetos, para avaliação, deverá ser feita até ao dia 19 de Maio de 2017 às
18h30. A mesma data será afixada visivelmente na zona académica do ISEP.
Composição do Júri
O júri será constituído por personalidades de reconhecido mérito, selecionadas pela
organização, com currículo relevante na área do empreendedorismo. A sua constituição
será divulgada atempadamente. Os membros do júri não podem designar substitutos.
Em caso de falta de algum elemento do júri compete à organização a substituição do
mesmo, caso o considere necessário.

Processo de Decisão

Os projetos serão pré seriados, nos 5 primeiros lugares, pela organização do concurso.
Cabe ao/s elemento/s de cada grupo a apresentação do respetivo projeto dia 7 de Junho
de 2017.
Cada membro do júri terá uma grelha de avaliação com os seguintes critérios:
• Ideia de negócio realista;
• Criação do próprio emprego;
• Inovação;
• Relevância/aplicabilidade prática;
• Referências profissionais ou académicas;
• Capacidade Empreendedora do promotor.
Estra grelha deverá ser preenchida de 0-10 pontos. As grelhas de avaliação serão
preenchidas por cada membro do júri e será feito o somatório das mesmas para determinar
o vencedor.
Serão rejeitados os projetos cuja pontuação média dos júris seja inferior a 5 pontos.
Se não existir nenhum projeto com a qualidade necessária para ser seriado, o concurso
ficará sem efeito.
É competência do júri nomear o vencedor do concurso.
As decisões do júri são soberanas, não existindo possibilidade para recorrer da decisão.

Prémios

1. Primeiro prémio no valor de 500€ + incentivo e segundo prémio no valor de 250€ +
incentivo, este prémio é na forma de bolsa de estudo e será debitado no restante valor
das propinas no ano letivo a decorrer e no seguinte, dependente da verba de incentivo.
a. O que é denominado incentivo, é referente ao valor monetário que irá ser
doado pelas empresas que participarão nas II Jornadas de Emprego e
Engenharia do ISEP.
2. Distinguidos com o Certificado de participação todos os participantes do concurso.
Os recursos oferecidos pela organização no âmbito do Concurso são-no de forma
voluntária, não constituindo obrigação contraída pela entidade organizadora perante os
concorrentes.
A entidade organizadora reserva-se o direito de não atribuir a totalidade ou qualquer um
dos prémios, no caso de não existirem candidaturas em número ou qualidade suficiente
para permitir uma seriação adequada.
Direitos e Deveres dos Candidatos
Direitos dos candidatos
Todos os candidatos têm o direito de ser informados sobre as decisões relativas à sua
candidatura e o direito de solicitar esclarecimentos quanto às decisões que lhes digam
respeito.
Os candidatos seriados nos cinco primeiros lugares têm o direito de receber até uma hora
de consultoria para aperfeiçoamento da informação a submeter ao júri.
Deveres dos candidatos
Os candidatos comprometem-se a aceitar e cumprir o presente Regulamento e cooperar
com a organização em tudo o que lhes diga respeito, em particular, fornecendo elementos
de informação adicional ou comprovativos da elegibilidade dos candidatos ou projetos.

Direitos de propriedade intelectual

A participação no Concurso ou prestação de informações relativas aos projetos não cria
em benefício da organização qualquer direito de propriedade intelectual sobre os mesmos
nem cria autorização implícita ou explícita de utilização dos direitos legítimos dos
candidatos.

Disposições Finais

Este documento pode ser modificado, por conveniência ou necessidade, pela entidade
organizadora, com informação aos candidatos.
Quaisquer dúvidas respeitantes ao Concurso poderão ser esclarecidas junto da
Organização, via Internet para o endereço eletrónico gsp@aeisep.pt
Qualquer omissão no presente Regulamento será resolvida pela Organização.
Sempre que se justifique, a Organização poderá introduzir alterações ao presente
Regulamento

No Comments

Add your review

O teu email não será duplicado.